Cristiano Ronaldo com zero golos à Alemanha mas nove a Neuer

Seleção 18-06-2021 10:35
Por Rogério Azevedo, em Budapeste

Pode haver mais de uma verdade de análise para cada facto. Depende sempre do ângulo pelo qual o olhemos. Ronaldo nunca marcou à Alemanha. É verdade e é algo que os jornalistas alemães com quem nos vamos cruzando vão repetindo quase incessantemente. Sempre que Portugal e Alemanha se defrontaram, Neuer foi sempre imponente frente ao imponente Ronaldo.

 

Sim, é verdade. O capitão da Seleção Nacional defrontou a mannschaft em quatro ocasiões, sempre em fases finais de grandes torneios internacionais, não tendo marcado qualquer golo. Foi assim no Mundial-2006 (1-3), no Euro-2008 (2-3), no Euro-2012 (0-1) e no Mundial-2014 (0-4). CR7 esteve 360 minutos em campo e nem um golinho marcou. Sim, é verdade. Nunca sequer empatou com os germânicos. Sim, é verdade.

 

Mas, como em quase todas as coisas da vida, há outro ângulo de análise. E este agora tem a ver com Manuel Neuer, o titularíssimo guarda-redes da seleção da Alemanha: 35 anos, 1,93 metros, campeão do Mundo em 2014 e com 101 jogos pelos AA. Pois, Ronaldo já lhe marcou nada menos de nove (!) golos.

 

Sim, é verdade: nove. Ou neun, caso Neuer tenha acesso a este texto. A saga começou a 25 de abril de 2012, segunda mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, Real Madrid-Bayern, no Santiago Bernabéu (2-1). CR7 marcou logo ao minuto 6, de grande penalidade. Oito minutos mais tarde, segundo golo, após passe de Ozil.

 

Pouco mais de dois anos depois, a 29 de abril de 2014, na segunda mão das meias-finais, na Allianz Arena, mais dois golos ao Bayern (4-0). De Neuer. Os madridistas marcaram duas vezes até ao minuto 20 e depois, aos 34 e 90, Ronaldo voltou a entrar em cena. 3-0? Assim: contra-ataque rapidíssimo, bom trabalho de Benzema, aceleração e assistência de Bale, finalização fácil para CR7. 4-0? Assim: livre direto com a bola a passar por baixo da barreira.

 

Mais três anos e, a 12 de abril de 2017, na primeira mão dos quartos de final da Liga dos Campeões, de novo na Allianz Arena (2-1). O Bayern vencia por 1-0 quando o português reapareceu ao mais alto nível. 1-1? Assim (47’): cruzamento de Carvajal, pé direito de CR7 a colocar a bola no fundo das redes de Neuer. 1-2? Assim (77’): cruzamento de Asensio, golo de pé direito de CR7.

 

Seis dias depois, a 18 de abril e 2017, primeiro hat trick de Ronaldo frente a Neuer, num Real Madrid-Bayern (4-2): 1-1? Assim: cruzamento de Carvajal, golo de cabeça de Ronaldo (76’). 2-2? Assim: cruzamento de Marco Asensio, golo de pé esquerdo (104’). 3-2? Assim: passe de Marcelo, encosto de Ronaldo (109’).

 

Leia a notícia na íntegra na edição impressa ou digital de A BOLA

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias

Mundos