A explicação de Renato Paiva para a saída do León

México 30.11.2022 08:23
Por Nuno Paralvas

Renato Paiva já não é o treinador do León e espera «pela primeira vez ao fim de 23 anos que o telefone toque» para encontrar novo clube. O treinador de 52 anos demitiu-se depois de seis meses, por divergências com a Direção. A Imprensa local e os adeptos dão conta de uma equipa capturada por alguns dos mais experientes jogadores do plantel, que terão custado o adeus dos dois treinadores anteriores, Ariel Holan e Ignacio Ambriz.
 

Em declarações a A BOLA, Renato Paiva esclarece, apenas, que «o clube tinha uma visão estratégica diferente» da dele. «E, nestas condições, não poderia realizar um bom trabalho. A partir do momento em que seria mais problema do que solução o caminho só poderia ser este. A Direção tem visão e timings diferentes dos meus. Tomei a melhor decisão e até no momento oportuno para o clube encontrar uma solução, e eu também», partilhou o treinador, referindo-se à pausa nas competições.


Com Renato Paiva ao leme, o Club León acabou o Torneio no 10.º lugar e perdeu depois com o Cruz Azul o play-off de repescagem. «Acabámos com os mesmos pontos do oitavo, apurados para o play-off. Mas nunca consegui pôr em prática o meu jogo. Ficámos longe da minha forma de jogar», acrescenta o treinador, que encontrou as mesmas forças de bloqueio que levaram às saídas dos dois anteriores técnicos. «As pessoas sabem. León é uma cidade com cerca dois milhões de pessoas, todas do Club León, não têm outro. As pessoas sabem o que se passa no clube», vinca.


Renato Paiva vai tratar, agora, das questões burocráticas para regressar a Portugal. «E esperar que o telefone toque.»
 

Leia mais na edição digital ou na edição impressa de A BOLA.


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal