Os melhores jogos para apostar esta semana na Betclic

Notícia Patrocinada 27.11.2022 23:51
Por Redação

Equador – Senegal (terça-feira, 29 de novembro, às 15 horas)

Tudo em aberto para Equador e Senegal em relação ao apuramento para os oitavos de final do Mundial. Na terceira e última jornada do Grupo A, as duas seleções defrontam-se e quem vencer garante automaticamente o apuramento e ainda com a possibilidade de terminar em primeiro lugar no grupo.


Menos pressionado, o Equador, em segundo lugar no grupo com quatro pontos, precisa apenas do empate para seguir em frente enquanto os senegaleses são obrigados a vencerem para chegarem aos oitavos de final. Esta é a primeira vez que ambas as seleções se defrontam num Campeonato do Mundo. Anteriormente apenas encontraram-se por duas vezes em jogos amigáveis com o Senegal a vencer ambos os jogos: 2-1, em 2005, e 1-0, em 2002.


Na quarta presença num Mundial, o melhor que o Equador conseguiu foi os oitavos de final em 2006 (Alemanha). O Senegal conseguiu ainda melhor pois atingiu os quartos de final em 2002 (Coreia/Japão).


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Polónia- Argentina (quarta-feira, 30 de novembro, às 19 horas)

Um jogo decisivo para Polónia e Argentina na última jornada do Grupo C do Mundial do Catar.  A Polónia, líder com quatro pontos, precisa apenas de um empate para seguir para os oitavos de final.


Para a Argentina, no segundo lugar com três pontos, só a vitória garante logo o apuramento, e consequentemente o primeiro lugar no grupo, sem a necessidade de fazer contas. O empate até poderá ser suficiente para os argentinos desde que termine empatado o outro jogo do grupo entre Arábia Saudita e México. Apesar da entrada em falso no Mundial, derrota surpreendente diante da Arábia Saudita, e da exibição descolorida diante do México, apesar da vitória, o favoritismo pende para a Argentina.


Argentina e Polónia já se defrontaram por duas vezes num Campeonato do Mundo. Uma vitória para cada lado. Os polacos venceram, 3-2, no Mundial de 1974 (Alemanha) enquanto o triunfo, 2-1, dos argentinos foi no Mundial de 1978 (Argentina)


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Arábia Saudita - México (quarta-feira, 30 de novembro, 19 horas)

Para a terceira jornada do Grupo C do Mundial, Arábia Saudita e México ainda acalentam a esperança de apuramento para os oitavos de final. Contudo, ambas as seleções dependem de terceiros.


A Arábia, que venceu, surpreendentemente, a Argentina na primeira jornada tem contas mais fáceis de fazer pois em caso de vitória precisa que no outro jogo, Polónia – Argentina, termine empatado ou que uma delas vença. Para o México é tudo mais complicado embora o quadro mais simples seja vencer e esperar que a Argentina perca. Tudo o que não sejam estes resultados, o México terá que efetuar múltiplas contas, mas sempre tendo a obrigação vencer. 


Nos últimos sete mundiais em que participou, o México apurou-se sempre para os oitavos de final. A Arábia Saudita não passou da fase de grupos no Mundial de 2018 (Rússia) sendo que a melhor classificação foi os oitavos de final em 1994 (Estados Unidos).


Esta é primeira vez que ambas as seleções se defrontam num Campeonato do Mundo. Defrontaram-se por cinco vezes. Em dois jogos amigáveis registou-se um empate e uma vitória para o México, e três nas Taça das Confederações e com três triunfos para os mexicanos.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Japão- Espanha (quinta-feira, 1 de dezembro, às 19 horas)

Jogo entre os dois primeiros do Grupo E do Mundial do Catar. Japão, que causou sensação na primeira jornada ao vencer a Alemanha, e Espanha, que lidera o grupo com quatro pontos e que só uma conjugação de vários resultados pouco prováveis - um dos cenários seria perder com o Japão e a Costa Rica vencer a Alemanha- poderá impedir o apuramento para os oitavos de final.


Favoritismo quase total para a seleção espanhol, campeão em 2010, que está no leque dos candidatos ao título.


Apenas por uma vez Espanha e Japão defrontaram-se. Foi num amigável em 2001. Venceu a Espanha por 1-0.  No Mundial da Rússia (2018) a Espanha ficou-se pelos oitavos de final o mesmo acontecendo com a seleção nipónica.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Croácia- Bélgica (quinta-feira, 1 de dezembro, às 15 horas)

No encerramento do Grupo F, jogo entre as duas seleções que claramente eram as candidatas a passarem aos oitavos de final. Contudo, o mais provável é que apenas uma siga em frente.


A Croácia, líder do grupo com quatro pontos, está em melhor situação pois precisa apenas de um empate para seguir em frente. A Bélgica, no terceiro lugar com três pontos, tem que vencer. O empate até poderá servir, mas neste caso tudo vai depender do resultado do outro jogo, Canadá - Marrocos, e da diferença de golos entre belgas e marroquinos.


Croácia, atual vice-campeão mundial, parte com ligeiro favoritismo perante a Bélgica, que terminou em terceiro lugar no Mundial da Rússia (2018). As duas seleções já se defrontaram por oito vezes e nenhuma num Mundial. Duas em jogos de preparação (uma vitória para cada lado), quatro em fases de qualificação para o Campeonato do Mundo (uma vitória para cada uma das seleções e dois empates) e duas vezes em qualificações para o Europeu (uma vitória para cada. Resumindo, em oito jogos, três vitórias para a Croácia, três para a Bélgica e dois empates.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Camarões - Brasil (sexta-feira, 2 de dezembro, às 15 horas)

Para a terceira e última jornada do Grupo G do Mundial do Catar, jogo entre o já apurado Brasil, líder do grupo com seis pontos, e Camarões, na terceira posição com apenas um ponto e ainda com possibilidades de apuramento para os oitavos de final.


Para que seguir em frente no Mundial, os Camarões precisam sempre de vencer e esperar que a Sérvia ganhe a Suíça, mas por números iguais ou inferiores à da eventual vitória dos Camarões. Se a Suíça empatar e os Camarões ganharem por dois golos de diferença avança a seleção africana para os oitavos.


Para terminar em primeiro no grupo, o Brasil, apontado como o mais forte candidato ao título, precisa apenas do empate. Se perder e a Suíça não vencer, o escrete garante igualmente o primeiro lugar. Por duas vezes Brasil e Camarões defrontaram-se num Campeonato do Mundo e ambas, também em fases de grupos, venceu o Brasil. 3-0, no Mundial de 1994 (Estados Unidos) e 4-1 em 2014 (Brasil).


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Coreia do Sul- Portugal (Sexta-feira, 2 de dezembro, às 15 horas)

Alcançado o apuramento para os oitavos de final do Mundial do Catar, Portugal defronta a Coreia do Sul, que tem Paulo Bento como selecionador, com objetivo de garantir o primeiro lugar. Para tal, e para não ficar dependente do que fizer o Gana frente ao Uruguai – ganeses que são os únicos que podem destronar Portugal do primeiro lugar –, à Seleção Nacional basta um empate. 


A Coreia ainda tem possibilidades de qualificação. Para que isso seja uma realidade, tem que vencer Portugal e esperar a derrota do Gana. 


Apenas por uma vez Portugal defrontou a Coreia do Sul num Mundial. Foi em 2002 (Coreia/Japão). Triunfo dos coreanos por 1-0. Com duas vitórias nas duas primeiras jornadas, Portugal parte como claro favorito no último jogo da fase de grupos.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696


Sérvia- Suíça (sexta-feira, 2 de dezembro, às 19 horas)


Na terceira e última jornada do Grupo G do Mundial do Catar, Sérvia e Suíça lutam pela segunda vaga no grupo para o acesso aos oitavos de final do Mundial. Melhor a seleção helvética que vencendo garante o apuramento sem precisar de fazer contas.


A Sérvia tem que vencer sempre a Suíça, de preferência por mais de dois golos de diferença, para sonhar com o apuramento. Depois tem que esperar que os Camarões não vençam o Brasil ou se vencer que seja por números inferiores aos da Sérvia. Apenas por uma vez as duas seleções defrontaram-se e foi precisamente num Campeonato do Mundo. Aconteceu no Mundial da Rússia. Venceu a Suíça por 2-1.


Se a Sérvia individualmente é mais forte, coletivamente a Suíça é superior, por isso é de esperar um jogo equilibrado embora os sérvios possam ter maior dose de favoritismo tendo em conta a grande qualidade de muitos dos seus jogadores.


https://mpc.nicequest.com/mpc/ConsumerServlet?p=FLUZPT_246696




Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal