«Admito alguns exageros, mas fazem parte da pessoa que sou»

FC Porto 26.11.2022 23:37
Por Redação

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, esteve, este sábado, reunido numa homenagem à equipa do Leça, clube ao qual esteve emprestado pelos dragões na sua segunda época como sénior, que, em 1994/1995, conquistou a 2.ª Liga.


O técnico foi questionado se a sede de vencer surgiu em Leça, com a conquista do primeiro título. «Essa vontade de ganhar foi-se construindo, vem um bocadinho de cada um, depois vai-se reforçando com tudo aquilo que são as vicissitudes da vida. Não posso negar que tudo aquilo de difícil que me aconteceu na vida foi importante para ter hoje o caráter que tenho e ser a pessoa que sou no fundo. Admito que às vezes com alguns exageros, mas que fazem parte do que eu sou como pessoa», referiu.


Sérgio Conceição admitiu a grande importância na sua vida de Joaquim Teixeira, seu treinador na altura.


«Tive a sorte de tê-lo como treinador numa fase muito importante da minha vida. Num momento difícil, por tudo o que conhecem a nível familiar, ele foi uma pessoa muito importante, como treinador era fraquinho (risos), como homem continua a ser uma pessoa espetacular. Também o apanhei no FC Porto, era adjunto de António Oliveira, também o tive na Seleção, tivemos sempre este contacto, carinho e amizade muito fortes. Acompanhei o seu percurso familiar e pessoal, é um amigo. E os amigos, independentemente do que façam, são sempre amigos, as pessoas mais importantes depois da família», comentou.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias

Serviço de apoio ao cliente
Dias úteis das 9.30h às 13h e 14.30h às 18h
E-mail: clientes@abola.pt
Telefone: 213232133 (Chamada para a rede fixa nacional)
Morada: Tv. da Queimada, 23 1249-113, Lisboa Portugal