«Venderam Mané por uma chávena de chá e foram buscar Darwin…»

Liverpool 03.10.2022 16:44
Por Redação

Paul Merson não tem dúvidas e considera que a saída de Sadio Mané para o Bayern Munique é um dos motivos que têm conduzido o Liverpool a um arranque de temporada muito abaixo das expectativas.


O avançado senegalês, de 30 anos, saiu para a Alemanha por cerca de 32 milhões de euros, valor que o antigo jogador considera manifestamente baixo para a importância que Mané tinha no plantel de Jurgen Klopp.


«Desde o dia em que aconteceu que eu o digo: a venda do Mané foi um dos piores negócios de sempre. Estamos a falar de um rapaz que marcava golos completamente decisivos, era o líder do ataque, e nem digo isto apenas baseado nos números. Venderam-no por 30 milhões, o que na Premier League dá para uma chávena de chá, e foram buscar o Darwin Núñez, que, neste momento, nem sequer está no mesmo campeonato. Não teria valido mais a pena segurar o Mané e perdê-lo a custo zero no fim da época?», questionou Merson na Sky Sports.

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias