Portugal volta a falhar e diz adeus à 'final four'

Liga das Nações 27.09.2022 21:40
Por Francisco Vaz de Miranda

Portugal foi, esta terça-feira, derrotado em Braga pela Espanha, por 0-1, e falhou o acesso à ‘final four’ da Liga das Nações, onde os espanhóis, finalistas vencidos da última edição, vão estar com Croácia, Itália e Países Baixos.


A jogar com dois resultados e proibida de perder, a equipa de Fernando Santos, como tem sido hábito nos duelos com adversários da mesma valia ou superior, entrou expectante e a dar a bola aos espanhóis. Mas a verdade é que Luis Enrique também ajudou e, ao deixar jogadores como Gavi e Pedri no banco, optando por outros (Koke e Soler) de maior compleição física, prendeu uma La Roja longe do nível de outros tempos e que na última década a levaram a dominar o panorama do futebol europeu.


A Espanha foi incapaz de incomodar Diogo Costa e pertenceram a Portugal as três melhores oportunidades na primeira parte: duas por Diogo Jota e uma por Bruno Fernandes, num belo remate de longa distância, até a dar ilusão de ótica de golo em Braga.


No segundo tempo, Luis Enrique mudou a face da equipa, lançou Pedri e Gavi para campo aos 60’ e a seleção vizinha assumiu o domínio mas continuava sem criar grande incómodo à defesa lusa, exceção feita a duas tentativas de Álvaro Morata, com Portugal a jogar com o relógio e o resultado que lhe era suficiente. Após o jogo autoritário na República Checa (4-0), Fernando Santos prometera que «o melhor está por vir» no Mundial do Catar, mas não será, com certeza, com este perfil de jogo.


Mas o filme da Sérvia, há um ano, na Luz, repetir-se-ia e Portugal, a ver jogar, sofreria o golo fatal já perto do fim (88’): cruzamento da direita para o segundo poste e Nico Williams da cabeça, assistiu Álvaro Morata para o avançado do Atlético Madrid finalizar para a baliza deserta.  


Contas feitas, Espanha é a vencedora do grupo A2, com 11 pontos, um à frente de Portugal.

Ler Mais
Comentários (18)

Últimas Notícias