Polémica: 15 jogadoras recusam-se a jogar pela seleção

Espanha 22.09.2022 23:11
Por Redação

Continua a escalar a tensão na seleção feminina de Espanha. Esta quinta-feira, 15 jogadores anunciaram que não voltam a jogar por La Roja enquanto o selecionador Jorge Vilda estiver no banco.


Esta é uma polémica que dura desde o final de agosto, quando o El Confidencial revelou que as três capitãs do Barcelona, entre as quais Alexia Putellas, eleita melhor jogadora do mundo, pediram a demissão de Vilda. Em causa os fracos desempenhos da seleção (eliminada nos quartos de final das últimas provas) e as convocatórias questionáveis.


De acordo com o AS, nenhuma das três atletas que pediram inicialmente a demissão estão neste lote de atletas que comunicaram com a federação agora. No entanto, não faltam nomes sonantes como Sandra Paños (Barcelona) ou Nerea Izaguirre (Real Sociedad), esta última que ficou fora do Euro-2022 de forma que causou muita estranheza.


A mesma fonte avança que as atletas planeavam negar a convocatória alegando lesões, mas acabaram por informar diretamente o presidente Luis Rubiales da intenção, através de um email. Contudo, o presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) mantém-se irredutível, isto quando faltam poucas semanas para nova concentração.


«A RFEF não vai permitir que as jogadores continuem a questionar a manutenção do selecionador nacional e do respetivo staff, pois não faz parte das suas competições», pode ler-se num comunicado do organismo.


Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias