Williams e trio inglês nas ‘meias’ do European Masters

Snooker 19.08.2022 23:26
Por António Barroso

O galês Mark Williams, de 47 anos, tricampeão mundial (2000, 2003 e 2018) e sétimo do ranking, é o único que pode obstar a um triunfo da Inglaterra no Masters da Europa, prova da época 2022/23 da World Snooker a decorrer até domingo, dia 21 do corrente mês, em Fürth (Alemanha), concluídos na sessão noturna deste dia os quartos de final.


Quinto mais ganhador de sempre na história da era moderna desta variante do bilhar, com 24 provas de ranking conquistadas, o ‘The Welsh Potting Machine’ está a duas vitórias da 25.ª conquista, após ter vencido nos ‘quartos’ o compatriota o compatriota Jamie Jones, de 34 anos, 32.º do ranking, por 5-1.


Em dois encontros no dia, e 11 ‘frames’ jogados, apenas concedeu um. E tal como à tarde, ‘Wilo’ foi supersónico a ganhar, menos de hora e meia…


Irá enfrentar sábado, nas meias-finais (19 horas) um velho conhecido destas andanças, que bateu por 17-15 nas meias-finais (também) do último Campeonato do Mundo que conquistou, em 2018: o inglês Barry Hawkins, de 43 anos, 12.º da hierarquia, que mandou para casa o número dois do ranking (e campeão mundial em 2019), o compatriota Judd Trump, de 32 anos, ao vencer por 5-3.


Mais uma prestação sensacional do ‘falcão’ (Hawkins ‘The Hawk’), que foi categórico ante o ‘The Ace in the Pack’ (Trump) nos quartos de final: chegou a 2-0, Judd virou para 2-3 a seu favor, mas três sublimes entradas consecutivas nos parciais seguintes, duas delas centenárias (e seguidas, nos sexto e sétimo ‘frames’) – de 129, 110 e 92 pontos, respetivamente, e por esta ordem, a resumir o brilhantismo – deram-lhe a presença nos quatro melhores no Stadhalle.


No histórico de confrontos de ambos no circuito profissional, em 22 duelos até à data, supremacia de Mark Williams, com 17 triunfos, para cinco de Barry.


A outra meia-final de sábado (19 horas) será cem por cento inglesa, com o número oito da hierarquia (e vice-campeão em 2020), Kyren Wilson, de 30 anos, a enfrentar o vice-campeão mundial de 2008 e 2012, e atual 20.º do ranking, Ali Carter, de 43 anos.


Ali acabou com o sonho do jovem chinês Wu Yize, de 18 anos (!), 69.º do ranking, ao vencer por 5-3 nos quartos de final, enquanto o ‘The Warrior’ (Kyren) acabou com a armada do país do oriente em prova, ao derrotar o jovem (20 anos) Si Jiahui, 97.º da hierarquia, por 5-2. Um jogo arbitrado pelo português André Santos, árbitro de Classe 1, que se despediu do torneio em solo germânico neste dia com honrosa prestação.


No histórico de duelos entre Carter e Wilson, de 12 jogos até à data, o ‘The Captain’ (Carter) venceu sete, Kyren os outros cinco. Destes, um inglês, pelo menos, está garantido na final… e poderão ser dois, com Barry Hawkins: a palavra… a Mark Williams.


O European Masters, prova da época 2022/23 da World Snooker, pontua para o ranking, iniciou-se no dia 16 e decorre até domingo, dia 21 do corrente mês, no Stadhalle, em Fürth (Alemanha).


O torneio distribui £427 mil (€505.978) de prémios, dos quais £80 mil (€94.797) para o campeão. As meias-finais já serão jogadas sábado à melhor de 11 ‘frames’: ganha o primeiro a chegar a seis (de 6-0 a possíveis 6-5).


O vencedor da prova, transmitida em direto para Portugal (EuroSport) sucederá ao chinês Fan Zhengyi, que venceu Ronnie O’Sullivan por 10-9 na final do evento na época 2021/22, quando o torneio foi disputado em Milton Keynes, na Inglaterra.


- ‘Quartos’ do European Masters, esta 6.ªfeira (apurados a negro):

Si Jiahui - Kyren Wilson, 2-5

Wu Yize - Ali Carter, 3-5

Judd Trump - Barry Hawkins, 3-5

Mark Williams - Jamie Jones, 5-1


Meias-finais, sábado (hora de Portugal continental):

Ali Carter - Kyren Wilson (13 horas)

Barry Hawkins - Mark Williams (19 horas)

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias