SiJun bate Selby num European Masters sem o lesionado Ronnie

Snooker 16.08.2022 22:52
Por António Barroso

O irlandês Michael Judge e os chineses Wu Yize, Si Jiahui e Yuan SiJun protagonizaram as surpresas do primeiro dia do Masters da Europa, prova da época 2022/23 da World Snooker a decorrer até domingo em Fürth (Alemanha), ao arredarem de um torneio do qual Ronnie O’Sullivan está ausente por lesão o detentor do cetro, Fan Zhengyi, o belga Luca Brecel, o escocês Anthony McGill e o número três da hierarquia e tetracampeão mundial inglês Mark Selby, respetivamente, e por esta ordem.


Judge, de 46 anos, apenas 86.º do ranking, ainda deixou Zhengyi, 37.º da tabela mundial, liderar por 1-0, mas venceu por inapelável 5-1, na primeira surpresa do dia: o campeão de 2021 foi ‘ao tapete’.


Depois, caiu também com estrondo o vencedor da primeira prova da época, a Championship League: o belga Luca Brecel, nono do ranking, baqueou por idêntico resultado (1-5) ante o chinês Wu Yize, de 18 (!) anos e 69.º da hierarquia, mas que seguiu para a ronda seguinte do torneio com toda a autoridade.


Também o escocês Anthony McGill, 18.º do ranking, se despediu da competição logo no primeiro dia, às mãos de mais um jogador da ‘armada chinesa’, Si Jiahui, 97.º do ranking, de apenas 20 anos: 2-5!


Por fim, na sessão noturna já no Stadhalle da cidade alemã, foi a vez de Mark Selby, tetracampeão mundial (2014, 2016, 2017 e 2021), de 39 anos, ser sensacional e inesperadamente batido sem remissão por outro jovem chinês, Yuan Sijun, de 22 anos, 67.ºdo ranking, que chegou a 0-3 e venceu por 2-5!


Num dos mais tensos jogos deste primeiro dia do torneio, a decorrer até dia 21 e com o árbitro de Classe 1 português André Santos em ação com dose dupla logo neste primeiro dia - dirigiu os jogos Si Jiahui-Anthony McGill e Rory McLeod-Haydon Pinhey -, lugar ainda para a eliminação do campeão mundial de 2006, o escocês Graeme Dott, 35.º da hierarquia, ante o chinês Zhou Yuelong, 22.º do ranking mundial, na ‘negra’ (4-5).


Melhor sorte teve o número dois da hierarquia e campeão mundial em 2019, o inglês Judd Trump: venceu o tailandês Noppon Saengkham, 38.º da tabela, por 5-2, e avançou para a ronda seguinte, onde defrontará, quarta-feira (20 horas) o compatriota Ashley Hugill, 107.º do ranking.


Também o campeão mundial de 2015 e 13.º do ranking, o inglês Stuart Bingham, confirmou o seu favoritismo perante o compatriota Ian Burns, 85.º da tabela, vencendo por claro 5-1.


‘Rocket’ sem data para voltar a competir


‘Ball-run’ Bingham irá agora defrontar na próxima fase o compatriota Ali Carter, num torneio do qual o número um e heptacampeão mundial (2001, 2004, 2008, 2012, 2013, 2020 e 2022), o inglês Ronnie O’Sullivan, de 46 anos, está presente (Luke Simmonds entrou em sua substituição) devido a lesão: o ‘Rocket’ padece de uma mazela vulgarmente denominada de ‘cotovelo de tenista’, causada pela repetição de movimentos do ombro, e poderá parar por completo, sem surpresa, por alguns meses mais.


Quarta-feira, estreiam-se no torneio os ingleses Shaun Murphy, campeão mundial em 2005 (defronta o chinês Zhang Anda às 11 horas locais, menos uma em Portugal continental) e Kyren Wilson - o vice-campeão mundial de 2020 mede forças com o chinês Lyu Haotian às 14.30 horas lusas - e o tricampeão mundial galês (2000, 2003 e 2018) Mark Williams, este último ante o inglês Sanderson Lam (19 horas em Portugal continental).


O European Masters, prova da época 2022/23 da World Snooker, pontua para o ranking, iniciou-se esta quarta-feira e decorre até domingo, dia 21 do corrente mês, no Stadhalle, em Fürth (Alemanha).


O torneio distribui £427 mil (€507.017) de prémios, dos quais £80 mil (€94.992) para o campeão. O vencedor da prova, transmitida em direto para Portugal (EuroSport) sucederá ao campeão de 2021, o chinês Fan Zhengyi: venceu Ronnie O’Sullivan por 10-9 na final, então em Milton Keynes, na Inglaterra.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias