Costa do Sol e Songo empatam e mantêm invencibilidade

Moçambique 06.08.2022 16:44
Por Alexandre Zandamela, Maputo

Nada de novo na liderança do campeonato moçambicano de futebol da 1.ª Divisão. À sétima jornada, União Desportiva do Songo conserva a sua vantagem de quatro pontos face ao segundo classificado Costa do Sol, após empate 1-1 no desafio travado entre ambos, este sábado, no renovado relvado natural do estádio dos canarinhos, em Maputo.
 

Para a turma de Artur Semedo, uma vitória seria ouro sobre o azul e, vai daí, o Costa do Sol se assenhoreou dos acontecimentos, ante um futebol calculista do seu adversário. Depois do nulo na primeira parte, Beto Maravilha, aos 50 minutos, colocou os canarinhos em vantagem, para gáudio dos seus adeptos, que se apresentaram ao campo em número bastante considerável.
 

Ao que tudo indicava, o tento de Beto Maravilha abria as portas para se quebrar a invencibilidade da UD Songo. Porém, festa efémera, a dos canários, pois, decorridos cinco minutos, o infalível Lau King lá estava a fazer o que mais nos habituou, o golo, repondo a igualdade e, ao mesmo tempo, mantendo a invencibilidade de ambos os contendores.
 

Em Nampula, o Ferroviário do português Nélson Santos saiu-se bem na recepção ao Incomáti, ganhando por 2-1, numa partida em que o novo treinador de Xinavane, Victor Mayamba, foi expulso pelo árbitro Mário Tembe, alegadamente por protestos exagerados. Mário Sinamunda, aos cinco minutos, abriu o activo para os locomotivas da capital nortenha, mas, aos 26, Riquito silenciou o santuário do 25 de Junho, ao empatar o jogo. Foi necessário um penálti, bastante contestado pelos açucareiros, para o Ferroviário de Nampula chegar à vitória, por Isac, aos 77 minutos.
 

Com o triunvirato da frente a manter a suas posições, isto é, UD Songo em primeiro, agora com 21 pontos, Costa do Sol em segundo com 17 e Ferroviário de Nampula em terceiro, com 14, este domingo, cabe a vez ao campeão Black Bulls lutar também para que a diferença em relação ao comandante não se acentue ainda mais.
 

Para tanto, a formação do português Inácio Soares é obrigada a vencer na visita à Liga Desportiva de Maputo, dois conjuntos que tiveram um começo lusco-fusco, sobretudo a equipa de Dário Monteiro, que ocupa a antepenúltima posição.
 

Por sua vez, o Ferroviário de Maputo tem uma deslocação dificílima a Nacala, onde vai defrontar o seu homónimo local, enquanto o Ferroviário da Beira vai à casa do lanterna vermelha Matchedje de Mocuba. Já o Ferroviário de Lichinga joga com a Associação Desportiva de Vilankulo, na estreia de Artur Comboio como técnico dos representantes de Inhambane.
 

Resultados da 7.ª jornada:


Sábado:

Costa do Sol-UD Songo                                                         1-1

Ferroviário de Nampula-Incomáti                                          2-1


Domingo:

Liga Desportiva de Maputo-Black Bulls

Ferroviário de Nacala-Ferroviário de Maputo

Ferroviário de Lichinga-AD Vilankulo

Matchedje de Mocuba-Ferroviário da Beira

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias