‘Ranking’ mundial UCI define valor da Volta a Portugal

Ciclismo 06.08.2022 09:26
Por Fernando Emílio

A valorização das competições internacionais baseia-se nas pontuações do ranking mundial UCI das equipas, que quanto mais pontos uma corrida tiver, melhor será a sua imagem internacional.

As pontuações nas etapas e geral encontram-se definidas pela UCI mediante a categoria da prova. Na Volta a Portugal a Caja Rural-Seguros RGA, na 31.ª posição com 1131 pontos, é a melhor posicionada entre as 194 que fazem parte do ranking, embora tenha trazido a Portugal as terceiras linhas.

Seguem-se em 43.ª Human Powered Health, com 639; em 57.ª a Burgos-BH com, 502; 63.ª - Euskaltel-Euskadi, com 432, e Wildlife Generation, com 306 pontos que completa as cinco melhores. Nas equipas portuguesas a Glassdrive é a mais pontuada na 84.ª posição, com 292 pontos, segue-se em 110.ª a Efapel Racing, com 166; em 139.ª a Tavfer Mortágua, 101; 144.ª é a Kelly-Simoldes, 89; 148.ª Radio Popular-Paredes 81; 170.ª é a Atum General-Tavira, 35; 171.ª  posição para a ABTF-Feirense, 35; 172.ª Aviludo-Louletano, 30; em 176.ª está a LA Alumínios-Credibom, 23 pontos.

A Trinity Racing, da Grã Bretanha, é a equipa mais jovem, com a média de idades de 20 anos, seguida da LA Alumínios-Credibom com 22,14 anos. No lado oposto encontra-se Aviludo-Louletano com 32, seguida do Atum General-Tavira, 31,71; ABTF-Feirense, 31,14; Glassdrive-Q8, 31; Efapel Cycling, 29,71; Radio Popular-Paredes, 29,57; Tavfer-Mortágua, 28,88; Kelly-Simoldes 24,85 anos.
 

Leia mais na edição impressa ou subscreva a edição digital de A BOLA
 

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias