Sortes diferentes para os treinadores portugueses na taça

Moçambique 02.08.2022 15:58
Por Álvaro da Costa, Maputo 

Os portugueses Inácio Soares e Nélson Santos, que estão ao comando da Black Bulls e Ferroviário de Nampula, respetivamente, equipas do primeiro escalão do futebol moçambicano (Moçambola), não tiveram a mesma sorte no sorteio, onde ficou definido o calendário dos jogos dos oitavos de final da Taça de Moçambique. 
 

Inácio Soares, cuja a sorte lhe sorriu, enfrentará o Desportivo da Matola da  II Divisão, enquanto Nelson  Santos terá pela frente o Ferroviário de Lichinga, um oponente do mesmo campeonato. 


No presente ano, os nampulenses já venceram o duelo com os locomotivas de Lichinga, mas foi em casa e pela margem mínima (1-0). Só que desta vez o jogo será na capital da província de Niassa, Lichinga, esperando-se mais dificuldades. 


O sorteio produziu ainda um clássico entre o Costa do Sol e o Desportivo de Maputo. Embora não desperte o calor e o interesse de outros tempos é sempre um jogo que move paixões e ansiedade entre canarinhos e alvi-negros, que atualmente estão em liga diferentes. O Costa do Sol milita na I Liga (Moçambola) e o Desportivo na II (Campeonato Provincial).


Na Zona Centro, o detentor da Taça Moçambique, União Desportiva do Songo, joga pela continuidade na prova na cidade da Beira, contra o Estrela Vermelha.


Noutras partidas da região centro, o Ferroviário da Beira vai visitar FC Bagamoio, de Tete, enquanto o desconhecido Sumeia FC de Mocuba, até agora o grande tomba gigante - eliminou o Matchedje local do Moçambola, joga no campo do FC Soalpo, equipa da cidade de Chimoio, província de Manica.


A fechar a ronda, na zona norte, o Baía de Pemba da II Divisão, recebe o Ferroviário de Nacala do Moçambola. 

Ler Mais

Últimas Notícias