«Não conseguimos segurar a vantagem»

Vitória de Guimarães 22:53
Por Redação

Rochinha, extremo do Vitória de Guimarães, analisou a derrota (1-2), na noite deste domingo, frente ao FC Porto, no Dragão.

 

E deixou um lamento.

 

«Não conseguimos segurar a vantagem por muito tempo. Sabíamos que o FC Porto ia entrar muito forte no jogo, como é normal. Aguentámos, fizemos o primeiro golo, mas, na casa de um candidato ao título, é difícil. Uma primeira parte, se calhar, com menos posse de bola, mas com investidas perigosas à baliza adversária. Sabíamos que ia ser um jogo difícil. Vale pelo esforço que fizemos, numa segunda parte mais difícil porque tivemos uma expulsão logo ao início. Tentámos aguentar, tivemos uma ou outra chance para empatar, mas sabíamos que ia ser difícil. O FC Porto acaba por ser um justo vencedor», disse e juntou:

 

«Com menos um na segunda parte, tudo se tornou mais difícil. Sabíamos que queríamos ganhar, mas não foi possível. O bom do futebol é que temos todas as semanas nova oportunidade para demonstrar aquilo que somos. Agora, em Paços de Ferreira, queremos mostrar o nosso melhor. Uma palavra aos adeptos, que estiveram aqui em grande número, a apoiar. Não queríamos dar-lhes uma vitória moral. Vitórias morais não servem para nada. Queríamos conquistar um ou três pontos. Não foi possível e agora temos de encarar o próximo jogo», defendeu.

Ler Mais
Comentários (5)

Últimas Notícias