«Decisão de Mourinho obrigou-me a refletir»

Roma 26-11-2021 12:14
Por Redação

José Mourinho pronunciou-se sobre os relatos de discussão acesa com Nicola Zaniolo num treino, desentendimento que terá levado o treinador português a deixar o internacional italiano no banco durante os jogos com o Venezia e o Génova.

 

«Zaniolo não jogou com o Venezia porque estava com problemas físicos. (...) Quero pedir à Imprensa de Roma que não invente problemas nem mentiras. Entendo que mentiras possam vender jornais, mas espero que a Imprensa de Roma deixe Zaniolo crescer em paz», disse Mourinho em conferência de imprensa após a partida da Liga Conferência com o Zorya.

 

Um jogo que marcou o regresso do extremo à titularidade, mas na posição de médio ofensivo, uma adaptação que terá motivado a discussão com o treinador. E foi nessa posição que Zaniolo se destacou com um golo e uma assistência no duelo com os ucranianos.

 

«Posso jogar a médio, a extremo ou em qualquer posição no ataque. O treinador decide a posição onde devo jogar e eu estou aqui para servir a equipa», afirmou o jogador, de 22 anos, no final da partida, assumindo que o ‘castigo’ de Mourinho surtiu efeito: «Ficar sentado no banco levou-me a refletir e a aceitar as decisões do meu treinador.»

 

«Gosto de estar sob pressão e de dar uma resposta em campo. Mourinho ensinou-me a não ficar satisfeito após uma boa exibição e que devo exigir mais de mim para continuar a melhorar», rematou.

Ler Mais
Comentários (2)

Últimas Notícias