SC Braga critica organização do Mundialito de Clubes

Futebol de Praia 28-10-2021 17:06
Por Redação

Num longo comunicado, o clube minhoto atacou, esta quinta-feira, a organização do Mundialito de Clubes, que considera ter sido de «nível amador». O SC Braga, bicampeão mundial, perdeu (4-6), na quarta-feira, a final diante do Lokomotiv Moscovo (Rússia).

 

Em comunicado, os guerreiros acusam, sobretudo, um comité organizador que dizem ser de nível amador. 

 

«Um evento de elite como este não pode, de maneira nenhuma, contar com um comité organizador de nível amador, que teve constantes demonstrações de uma falta de respeito gritante pela condição física dos nossos atletas e, também, pela verdade desportiva da própria competição. Numa altura em que se pretende valorizar o Futebol de Praia enquanto modalidade de elite, este tipo de situações gravosas têm o efeito contrário: o amadorismo organizacional não poderá nunca ter lugar no desporto de alta competição», começaram por referir, continuando depois com a garantia de que «os problemas, a falta de respeito e o amadorismo começaram a surgir em catadupa» assim que a equipa aterrou em Moscovo.

 

E prosseguem:

 

«A nossa equipa chegou a Moscovo na madrugada de segunda-feira (25 de outubro), já depois da meia-noite local. Devido a questões relacionadas com medidas de confinamento derivadas da pandemia, a Beach Soccer Worldwide comunicou que a competição passaria a realizar-se já na terça-feira, com três jogos em 24 horas. Logo aqui, a nossa equipa estaria em desvantagem competitiva em relação aos adversários, já que todas as restantes sete equipas se encontravam na Rússia há, pelo menos, um dia. Entretanto, na manhã de terça-feira, o plano competitivo foi novamente alterado, com a agravante de que passariam a ser jogos a eliminar e sem qualquer tipo de sorteio, o que desvirtuaria, por completo, toda a competição», pode ainda ler-se.

Ler Mais
Comentários (6)

Últimas Notícias