Proibido facilitar na Bulgária

Futebol Feminino 25-10-2021 11:57
Por Rafael Batista Reis

Portugal tem amanhã, diante da  Bulgária, mais uma etapa no apuramento para o Mundial-2023. Tendo pela frente um adversário que ainda não pontuou no Grupo H, Portugal, que está no segundo lugar do grupo, com sete pontos, a dois do líder, a Alemanha, parte como claro favorito.

 

Contudo, para Tatiana Pinto, tal não é motivo para qualquer relaxamento da Seleção Nacional.


«O maior erro que poderíamos cometer seria olhar para o ranking da Bulgária e subestimá-la. Estar abaixo de Portugal e ainda não ter qualquer ponto não significa nada», salienta a médio de 27 anos.


Tatiana, que representa o Levante, de Espanha, e já contabiliza 76 internacionalizações ao serviço de Portugal, não se deslumbra com o favoritismo atribuído. «As equipas com ranking inferior têm sempre a motivação extra de subir o mais rapidamente possível. É preciso respeito para continuarmos a somar pontos», alerta a centrocampista, que participou no triunfo sobre a Sérvia.


Leia mais na edição impressa ou digital de A BOLA

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias