Pena suspensa para mulher que provocou queda no Tour

Ciclismo 14-10-2021 16:58
Por Redação

O Ministério Público (MP) francês pediu, esta quinta-feira, pena suspensa de quatro meses para a mulher, de 31 anos, que provocou queda de vários ciclistas na primeira etapa da Volta a França 2021, incidente do qual resultaram vários feridos.

No primeiro dia de julgamento, o representante do MP disse que a mulher, sem antecedentes criminais, «colocou outras pessoas em perigo», mas considerou que as «lesões causadas não foram intencionais» e que a própria reconheceu a gravidade do seu comportamento e mostrou-se arrependida.


Já o advogado da mulher referiu que a sua cliente «é uma pessoa frágil em termos psicológicos» e considerou que essa «fragilidade aumentou muito depois dos acontecimentos em causa, que lhe tornaram a vida num inferno».


«Sinto sempre vergonha. Sou uma pessoa calma, tudo o que aconteceu é o oposto de mim», realçou a mulher.


Recorde-se que na primeira etapa do Tour, a 26 de junho, a espetadora empunhava um cartaz para as câmaras de televisão e acabou por derrubou o alemão Tony Martin (Jumbo-Visma), que caiu no chão e acabou por ser foi atropelado por outros ciclistas, causando várias quedas no pelotão.

Ler Mais
Comentários (1)

Últimas Notícias