«Estamos em crescendo, a evoluir»

SC Braga 25-09-2021 13:41
Por Redação

O treinador Carlos Carvalhal promoveu, este sábado, conferência de Imprensa de antevisão ao jogo com o Santa Clara, agendado para amanhã, domingo, às 17 horas, no Estádio São Miguel, em Ponta Delgada, destacando que a equipa está em crescendo. 

«Quem esteve no estádio percebeu a diferença quando a equipa marcou, mudou muito [no último jogo, frente ao Tondela, vitória por 3-1, com os golos a surgirem nos últimos 10 minutos]. Não tenho as estatísticas, mas há duas ou três jornadas éramos a equipa que mais rematava a seguir ao Benfica. Parece que afinámos a pontaria no último jogo e queremos continuar a rematar muito e melhorar os níveis de eficácia. Estamos em crescendo, a evoluir. Temos vários jogadores novos, a obrigação do clube é ganhar desde o início e estamos a fazer o nosso melhor para continuar na senda das vitórias», realçou.

 

O treinador não vai poder contar para isso com o avançado Abel Ruiz, que se lesionou diante dos beirões e falha, no mínimo, os próximos três jogos dos bracarenses, assim como Raul Silva, com um problema num joelho, e David Carmo, em fase de recuperação.
«Não muda nada. Temos plena confiança nos nossos avançados. O Abel teve uma lesão, avançam o Mario [González] e o Vitinha, dois jogadores em quem temos total confiança. O Abel é um excelente jogador, o Mario também e o Vitinha, se calhar, quem sabe não vão ficar a conhecer, porque tem muita capacidade de trabalho e de finalização também», reagiu.

Sobre o regresso de em pleno do Castro, Carvalhal mostrou-se satisfeito: «Tem um significado para a equipa que vai mais além do jogador, traz muita energia para o grupo. Tem uma personalidade pouco comum no futebol, é um jogador muito querido por todos, daí ter saudado o seu regresso. Sei a energia que ele traz.»

Agradecimento a Fábio Martins

Fábio Martins foi, este sábado, hoje oficializado como reforço do Al Wahda, dos Emirados Árabes Unidos, e Carlos Carvalhal fez questão de endereçar-lhe algumas palavras: «Quero agradecer a forma como esteve connosco. Fez oitenta por cento dos jogos. Fico muito satisfeito por ter treinado o Fábio, mas esta era uma situação que já estava prevista e a vinda do Chiquinho tinha a ver com a saída do jogador. Emerge a capacidade do Chiquinho que tem grande confiança e só precisa de entrosamento.»

 

 

Ler Mais
Comentários (7)

Últimas Notícias

Mundos