Fernando Tavares alerta: «O apoio do Estado é claramente insuficiente»

Jogos Olímpicos 15-08-2021 18:50
Por Redação

O vice-presidente Fernando Tavares analisou o desempenho dos atletas do Benfica nos Jogos Olímpicos e embora esteja satisfeito reconheceu a necessidade de o governo português ajudar mais financeiramente os clubes.

 

«Estamos satisfeitos com os resultados. Tivemos 23 atletas que marcaram presença na missão olímpica e estamos muitos satisfeitos com os resultados, principalmente os medalhados. Acho que poderíamos ter ido mais longe no judo. Vamos agora continuar o nosso esforço de apoio aos atletas para a missão de Paris. É verdade que o trabalho dos clubes é muito pouco reconhecido. O Benfica gasta com o projeto olímpico 40 por cento daquilo que Estado gasto com a missão olímpica durante o ciclo olímpico. O apoio do Estado é claramente insuficiente. O Benfica e o Sporting colocaram nos Jogos Olímpicos cerca de 50 por cento dos atletas. Arriscaria a dizer que os dois clubes em conjunto gastam praticamente aquilo que o Estado português gasta com a missão olímpica. No final de cada ciclo fazemos todos sempre esta reflexão, mas a verdade é que pouca coisa muda. O trabalho dos clubes é realmente pouco reconhecido, pouca articulação entre os nossos treinadores e as diversas federações no percurso Olímpico e nos jogos Olímpicos. O Estado tem de refletir em muita coisa e como deve estimular o desporto escolar, universitários, militar e como deve gerir o pós-carreira dos atletas. Uma coisa que é muito importante é como deve apoiar os atletas que estão numa fase intermédia de desenvolvimento e ainda não atingiram marcas para chegar aos Jogos Olímpicos, mas precisam de ser apoiados. Se não fosse o apoio do Benfica e de outros clubes acha que tínhamos muito poucas presenças nos Jogos Olímpicos e não teríamos medalhas e diplomas», disse o vice-presidente, em declarações à Benfica TV.

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias

Mundos