Mais uma época no verde

Liga 29-06-2021 09:03
Por Ricardo Quaresma

A Direção da Liga Portugal vai apresentar hoje aos clubes, para aprovação em Assembleia Geral, o orçamento para a época 2021/2022, que prevê um saldo positivo de 1,1 milhões de euros. Será, se as expectativas da Direção liderada por Pedro Proença forem cumpridas, o sétimo exercício consecutivo em que a Liga apresenta saldo positivo. Algo destacado pelo diretor financeiro do organismo, Telmo Viana, bem como o facto de estarem a ser cumpridos os regulamentos, que determinam a apresentação do orçamento até 30 de junho.


«Já lá vai o tempo em que os orçamentos eram apresentados já quando iam com seis ou sete meses de exercício. Penso que é de destacar», atira no começo de conversa com A BOLA, realçando também as dificuldades que a Liga Portugal enfrentará em 2021/2022: «Este será o exercício mais desafiante dos últimos sete anos, devido ao que está a acontecer, que é conhecido de todos, e à imprevisibilidade do que está por vir. E é também de referir que chegámos até aqui, fechando a positivo 2020/2021, sem qualquer apoio do Estado. Isso é, no fundo, o resultado do rigor, do profissionalismo e da prudência que esta Direção tem mostrado nos últimos sete anos.»


As principais apostas para a próxima época vão também ser apresentadas hoje aos clubes [consultar quadro ao lado], mas Telmo Viana lembra que, apesar do otimismo no próximo exercício, há 35 milhões de euros em passivos de contingência - «herdados por esta Direção», lembra -, que envolvem processos que decorrem e que podem fazer derrapar as contas. O principal é o do Totonegócio, que envolve um valor de €17 milhões: «Continua a ser uma espada na nossa cabeça.»
 

Ler Mais
Comentários (9)

Últimas Notícias

Mundos