Arghus: da Champions à procura de clube

Futebol 24-09-2021 15:40
Por Rafael Batista Reis

Em 2014, jogava a Liga dos Campeões, pelo Maribor, num grupo composto por Chelsea, Sporting e Schalke; em 2015, jogava Liga Europa pelo SC Braga. Atualmente, Arghus Bordignon está livre e ainda procura clube para a nova época depois de na época passada ter representado o Casa Pia.

Uma sucessão de infortúnios acabou por limitar a sua época, o que contribuiu para que não tivesse continuado em Pina Manique, como recordou junto de A BOLA: «Foi um ano difícil para todos devido ao Covid-19. Eu mesmo apanhei o vírus, e fiquei mal, tive alguns sintomas…»

«Levei quase um mês para me recuperar completamente», conta Arghus, que ainda teria pela frente um problema maior: «Voltei aos treinos e senti um problema no joelho. Tentei todos os métodos para recuperar o quanto antes e ajudar a equipa, porém o tempo passou e não recuperei a 100 por cento. Então, junto com o staff e departamento médico do clube, decidimos pela operação ao menisco e cartilagem, nada grave, mas uma cirurgia necessária para poder continuar a jogar ao mais alto nível por mais alguns anos, como sempre fiz.»

«Ainda consegui recuperar-me bem antes do fim da época, mas, por cautela, acabei por jogar apenas o último jogo, totalmente recuperado. Não continuei no clube porque tinha contrato de uma época, quando finalizou não renovámos», explica o brasileiro de 33 anos, que desta forma se encontra livre e à espera de convites, mantendo a forma física enquanto espera por nova oportunidade: «Desde que acabou o último contrato, comecei a treinar com um PT aqui em Braga, cidade onde vivo. Treino todos os dias, muitas vezes bi-diário.»

«Faço treinos de força física e também treinos com bola, para não perder o ritmo. Mesmo treinando há alguns meses fora de um clube, posso dizer que estou muito bem fisicamente, o meu joelho já está completamente recuperado, quanto a isso não resta dúvida. Não é fácil acompanhar o futebol de longe, normalmente estaria a treinar com a equipa e a preparar-me para jogos, mas continuo focado e a trabalhar forte, porque quando aparecer o projeto certo estarei pronto para o desafio. Tive propostas, elas sempre acabam por surgir graças a Deus, mas ainda não acertei com ninguém» completa o central.

 

Ler Mais
Comentários (0)

Últimas Notícias