Abel é expulso e acusa árbitro assistente: «Quis ser protagonista»

Palmeiras 15-08-2021 10:49
Por Redação

Abel Ferreira foi expulso aos 37 minutos no jogo frente ao Atlético de Mineiro esta madrugada, por protestar por sua vez a expulsão de Patrick de Paula. O Palmeiras acabou por perder por 0-2 e vê a equipa de Minas mais isolada na liderança, a 5 pontos. 

 

No final explicou a confusão e atribuiu culpas ao árbitro assistente. «Hoje tinha tudo para ser um grande jogo, contra uma grande equipe que é o Atlético, bem orientada, com grandes jogadores, fez um grande investimento neste ano. Tínhamos uma estratégia bem definida, mas infelizmente uma equipa dentro de campo não esteve à altura destas duas equipas e por incrível que pareça não foi o árbitro, o Bruno. Foi o assistente, o senhor Rodrigo Correa. O árbitro da partida tinha tomado uma boa decisão em não dar amarelo ao Patrick, mas não sei porquê, o assistente a 40 ou 50 metros, é ele quem dá instruções para expulsar o Patrick», reclamou.

 

«As imagens são claras, o Patrick de Paula não toca no adversário. Mas o problema não foi só esse, porque o mesmo senhor expulsou-me também. Não estava satisfeito quando o árbitro decidiu bem em deixar seguir. O senhor Rodrigo Correa quis ser o protagonista do jogo e fez questão de expulsar o Patrick e no momento seguinte expulsar o treinador. E digo mais: o árbitro percebeu que errou e errou feio. E pediu desculpa aos nossos jogadores. Foi falar com o meu capitão, pediu desculpas, mas ficámos sem três pontos. Mas agora não adianta, há muita coisa em jogo, dinheiro em jogo, títulos em jogo, o nosso trabalho, a dedicação, os adeptos», sublinhou também.

 

Patrick já tinha cartão desde os 14 minutos de jogo. No lance em questão, da expulsão, escorregou e derrubou Jair, acabando por ver o segundo amarelo. Abel Ferreira, que já tinha uma advertência, acabou por ser expulso também.

Ler Mais
Comentários (8)

Últimas Notícias

Mundos