Consórcio apoiado pelos sauditas compra Newcastle United

Desporto 07-10-2021 20:10

Ao cabo de mais de um ano e de mais de 350 milhões de euros, a compra foi efetivada. Mas só depois de o consórcio comprador ter conseguido provar que a equipa britânica não passa a ser um ativo da monarquia da Arábia Saudita.

António Freitas de Sousa

Um consórcio apoiado pelo Fundo de Investimento Público Saudita (PIF) concluiu a aquisição do clube britânico Newcastle United, acabando assim um reinado de 14 anos de Mike Ashley. O acordo de 300 milhões de libras (quase 353 milhões de euros) foi concluído 18 meses depois de o consórcio liderado por Amanda Staveley ter feito a primeira oferta pelo clube.

Esta quinta-feira, a organização da Premier League confirmou oficialmente o negócio e a sua aprovação – que só foi avançada depois de o consórcio ter provado que o clube não seria controlado pelo Estado saudita. O PIF, que fornecerá 80% dos fundos para pagar o acordo, foi considerado separado do Estado, permitindo que a aquisição passe no teste dos proprietários e diretores da Premier League.

A confirmação do acordo encerra a saga de 18 meses, depois da primeira oferta, abril de 2020 e faz chegar ao fim 14 anos da presença de Mike Ashley como dono do clube. Falta de investimento no meio de uma relação muitas vezes frágil entre o empresário e os adeptos caraterizam, segundo os analistas, uma relação que nunca funcionou.

Em comunicado, a organização britânica de clubes dizia que “A Premier League, o Newcastle United Football Club e a St James Holdings Limited resolveram a disputa sobre a aquisição do clube pelo consórcio da PIF, PCP Capital Partners e RB Sports & Media”. “Após o fim do Teste de Proprietários e Diretores da Premier League, o clube foi vendido ao consórcio com efeito imediato”. As disputas legais diziam respeito a quais entidades seriam proprietárias e/ou teriam a capacidade de controlar o clube após a aquisição.

“Todas as partes concordaram que o acordo é necessário para acabar com a longa incerteza para os adeptos sobre a propriedade do clube”, diz ainda o comunicado.

Amanda Staveley tem sido a ‘testa de ferro’ do grupo comprador e mostrou-se interessada em trazer sucesso ao clube: “A nossa ambição está alinhada com os adeptos: criar uma equipa de sucesso consistente que compita regularmente por troféus importantes e gere orgulho para todos”, disse

Ler Mais