Bruno Fernandes é o quinto futebolista mais valioso do mundo, estima a KPMG

Desporto 07-07-2021 11:02

O médio de 26 anos está avaliado em 118 milhões de euros pela KPMG, mais 4 milhões de euros do que a última avaliação efetuada pela consultora em abril. De acordo com a KPMG, Bruno Fernandes subiu três posições no ranking e é agora o quinto futebolista mais valioso do mundo.

José Carlos Lourinho

Bruno Fernandes, médio português do Manchester United, foi o terceiro jogador que mais valorizou nos últimos três meses no ‘top 10’ dos mais valiosos, de acordo com o estudo “KPMG Football Benchmark” de 1 de julho.

O jogador de 26 anos está avaliado em 118 milhões de euros pela KPMG, mais 4 milhões de euros do que a última avaliação efetuada pela consultora em abril. De acordo com a KPMG, Bruno Fernandes subiu três posições no ranking e é agora o quinto futebolista mais valioso do mundo.

“Apesar da indústria do futebol caminha gradualmente para o normal, e com os jogadores mais valiosos do mundo envolvidos em competições de cariz continental, grande parte dos jogadores ainda não atingiram o valor de mercado que tinham antes da pandemia”, realça a KPMG.

Neste ranking, o médio criativo holandês do FC Barcelona, Frenkie de Jong, foi o jogador que mais valorizou entre abril e julho. O futebolista apresentou uma valorização de 12 milhões de euros para uma avaliação global de 113 milhões de euros e subiu cinco posições neste ranking. O brasileiro Neymar subiu duas posições no mesmo ranking e encontra-se agora na terceira posição do ‘top10’ com uma avaliação de mercado de 123 milhões, mais 7 milhões do que há três meses.

A maior desvalorização entre abril e julho deste ano atingiu precisamente aquele que continua a ser o futebolista mais valioso do mundo: Kylian Mbappé. O avançado do Paris Saint Germain de 22 anos está agora avaliado em 175 milhões de euros, menos 14 milhões de euros do que na última avaliação da KPMG, algo que se justifica pelo facto de estar a terminar o seu vínculo com o clube francês.

Explica a KPMG que, “de uma forma geral, o valor de mercado dos jogadores estagnou nos últimos nove meses. Desde a última avaliação de abril de 2021, quando o valor agregado dos futebolistas, tanto no ‘top100’ como no ‘top500’, teve um ligeiro incremento, perspetivamos agora um crescimento de 1% para o ‘top500’ e uma descida mínima desta avaliação de 1% para os 100 jogadores mais valiosos do mundo”

Ler Mais