Fórmula 1 acerta patrocínio de 84 milhões de euros com plataforma de criptomoedas

Desporto 30-06-2021 15:58

Ao mesmo tempo, a empresa do sector de criptomoedas vai beneficiar da presença da marca nas pistas em cada uma das corridas que integram o calendário do que falta disputar da temporada, fruto de um acordo de parceria global com a Fórmula 1.

João Tereso Casimiro

A Fórmula 1 (F1) entra no mundo das criptomoedas, através de um patrocínio com a plataforma ‘crypto.com’ que conta com mais de 10 milhões de utilizadores em todo o mundo. Apesar de os números oficiais do acordo não terem sido oficializados, a “CNBC” avança que o contrato de cinco anos estará avaliado em mais 100 milhões de dólares (84,3 milhões de euros).

Ao mesmo tempo, a empresa do sector de criptomoedas vai beneficiar da presença da marca nas pistas em cada uma das corridas que integram o calendário do que falta disputar da temporada, fruto de um acordo de parceria global com a Fórmula 1.

A nova série ‘Sprint’, que arranca em Silverstone no sábado, dia 17 de julho, no âmbito do Great Britain Prize, será o primeiro evento onde já vai figurar o novo patrocinador. O novo formato da corrida, que substituirá a classificação tradicional, fará com que os pilotos percorram 100 quilómetros de alguns Grandes Prémios, corrida cujo desfecho decidirá a posição de partida no Grande Prémio tradicional, de distância. Além disso, distribuirá pontos para os três primeiros.

Ben Pincus, diretor das associações comerciais da F1, sublinha que utilizarão a “experiência” do seu novo aliado “enquanto exploramos o mundo das criptomoedas, área na qual temos muito interesse”.

“Esperamos estar muitos anos a inovar juntos”, acrescenta Kris Marszalek, cofundador e CEO da Crypto.com, antecipando o “desenvolvimento de NFTs (non-fungible tokens) exclusivos que servirão para ligar os fãs ao desporto de maneiras novas e inovadoras”.

Ler Mais