Excedente no comércio externo na zona euro desce para 15,8 mil milhões de euros em março (com áudio)

Economia da Bola 18-05-2021 10:26

Segundo o Eurostat, o comércio entre os países da zona euro cresceu 27,5%, para 199 mil milhões de euros.

José Varela Rodrigues

O excedente do comércio externo na zona euro caiu na zona euro e na União Europeia (UE) em março, foi esta terça-feira revelado. De acordo com a primeira estimativa do Eurostat, o excedente comercial da zona euro fixou-se em 15,8 mil milhões (29,9 mil milhões em março de 2020), enquanto na UE situou-se em 18,8 mil milhões de euros (28,3 mil milhões em março de 2020).

Na zona euro, as exportações para fora do Velho Continente totalizaram 212,1 mil milhões de euros, o que corresponde a um crescimento homólogo de 8,9%. Em março de 2020, as exportações da zona euro foram de 194,7 mil milhões, numa altura em que a economia começava a sofrer com o impacto da Covid-19 e com as medidas de restrições dos Estados-membros.

As importações dos 19 países da zona euro, por sua vez, cresceram 19,2% para 196,3 mil milhões de euros, face a março de 2020. Ou seja, o excedente no comércio externo recuou para 15,8 mil milhões em março de 2021.

Segundo o gabinete de estatística europeu, o comércio entre os países da zona euro cresceu 27,5%, para 199 mil milhões de euros.

As exportações de bens da UE ascenderam, por seu lado, a 195,1 mil milhões de euros em março, um aumento de 10,6% face ao mesmo mês de 2020 (176,4 mil milhões de euros). Ora, as importações do resto do mundo foram de 176,3 mil milhões de euros, mais 19% em comparação com março de 2020 (148,1 mil milhões de euros).

Desta forma, os 27 Estados-membros viram o excedente cair dos 28,3 mil milhões de euros, em março de 2020, para 18,8 mil milhões de euros, em março de 2021.

Ler Mais