Locomotiva de Nélson Santos descarrila na capital nortenha

Moçambola 20-08-2021 19:48
Por ALEXANDRE ZANDAMELA, Maputo

Ao que tudo indica, está sendo uma revolução fugaz a operada por Nélson Santos no Ferroviário de Nampula, depois da entrada promissora do jovem técnico português. É que a desejada estabilidade na tabela classificativa demora acontecer e, para piorar, esta sexta-feira, os locomotivas da capital nortenha descarrilaram diante do homónimo de Lichinga, perdendo por 2-0.
 

À passagem da 17.ª jornada do Campeonato Moçambicano de Futebol da 1ª Divisão, se, em Nampula, a melancolia é o denominador comum no seio dos adeptos de futebol, já que tanto o Ferroviário da capital provincial como o Ferroviário de Nacala não estão a ter um desempenho convincente, na província vizinha do Niassa a euforia é geral e vai ganhando nova dimensão de jornada em jornada.

 

No seu primeiro ano de Moçambola, o Ferroviário de Lichinga está a surpreender com triunfos sensacionais fora de portas. Neste desafio, no Estádio 25 de Junho, a formação superiormente comandada por Antoninho Muchanga marcou os seus golos por intermédio de Valter, aos 13 e 62 minutos.
 

Com este resultado, os locomotivas da terra dos Mataka subiram, provisoriamente, para o terceiro posto, com 31 pontos, ultrapassando a União Desportiva do Songo, e tendo à sua frente os favoritos ao título Ferroviário da Beira, segundo classificado, e Black Bulls, líder do Moçambola.


Na outra partida, realizada ma cidade da Matola, Liga Desportiva levou de vencida Desportivo de Maputo também por duas bolas sem resposta, tentos de Kabine, aos 10 minutos, e de Ivan, aos 90.

A 17ª jornada do Moçambola conhece, este sábado, os dois desafios de maior destaque: a visita do Black Bulls, do português Hélder Duarte, ao Estádio da Machava, terreno do Ferroviário de Maputo, cuja carreira, com altos e baixos, levou ao afastamento de Daúdo Razaco à frente de um conjunto que prometia disputar o canecão.


O campeão Costa do Sol, agora sob a batuta do mago Artur Semedo, estará no Alto Macassa, na visita à Associação Desportiva de Vilankulo, num jogo difícil para ambos os contendores.

Já no domingo, Ferroviário da Beira desloca-se a Xinavane, onde vai defrontar Incomáti, União Desportiva do Songo recebe Ferroviário de Nacala e, em Quelimane, o encontro entre os últimos classificados, Matchedje de Mocuba  Textáfrica do Chimoio.

 

Jogos da 17.ª jornada

SEXTA-FEIRA

Ferroviário de Nampula, 0-Ferroviário de Lichinga, 2                

Liga Desportiva, 2-Desportivo de Maputo, 0                               

 

SÁBADO

Ferroviário de Maputo-Black Bulls

AD Vilankulo-Costa do Sol

 

DOMINGO

Incomáti de Xinavane-Ferroviário da Beira

UD Songo-Ferroviário de Nacala

Matchedje de Mocuba-Textáfrica do Chimoio.

Ler Mais

Últimas Notícias

Mundos