Treinador dos Warriors explodiu após tiroteio no Texas (vídeo)

NBA 25-05-22 10:6
Por Redação

Steve Kerr, treinador dos Golden State Warriors, da NBA, aproveitou a conferência após o jogo com os Mavericks para mostrar a sua revolta após mais um tiroteio nos Estados Unidos, numa escola do Texas, onde um jovem de 18 anos matou 19 crianças e dois adultos.«Estou cansado. Estou tão cansado de oferecer condolências às famílias devastadas que estão lá fora. Estou tão cansado de desculpas. Estou cansado dos momentos de silêncio. Já chega!», realçou Kerr, com murros na mesa e os olhos molhados, apontando o dedo aos senadores que se recusaram a votar um projecto de lei que visa controlar a posse de armas no país.

«Nos últimos 10 dias, houve idosos negros mortos num supermercado em Buffalo, fiéis asiáticos mortos na Califórnia e agora crianças assassinadas na escola. Quando é que faremos algo?», desafiou.

Steve Kerr tem um história pessoa trágica. O seu pai, Malcolm Kerr, era reitor da Universidade Americana de Beirute, no Líbano, quando foi assasinado a tiro junto ao seu escritório. Steve Kerr tinha 18 anos.