Panorâmico de Monsanto ‘ilumina-se’ pela Neurofibromatose (vídeo)

SAÚDE 17-05-22 11:56
Por Redação

Assinala-se hoje, 17 de Maio, o Dia Mundial das Neurofibromatoses – um conjunto de três doenças genéticas raras, sem cura até ao momento, que afetam cerca de 4.000 pessoas em Portugal, 250.000 na Europa e mais de 2,5 milhões em todo o mundo.

A Associação Portuguesa de Neurofibromatose associou-se à campanha global ‘Shine a Light on NF’, que procura consciencializar para esta condição através da iluminação de monumentos e outros edifícios com as cores verde e azul, promovendo uma ação de sensibilização no Miradouro Panorâmico de Monsanto, em Lisboa.

Neurofibromatose é a designação dada a um conjunto de três doenças genéticas raras: neurofibromatose tipo 1 (NF1), a mais frequente; neurofibromatose tipo 2 (NF2) e Schwannomatose. Qualquer uma das neurofibromatoses predispõem para o aparecimento de tumores e podem ser transmitidas por via hereditária ou surgir de novo, devido a uma mutação espontânea.

Não é uma condição que se adquira ao longo da vida, nem é contagiosa. Alguns sinais ou sintomas podem aparecer em idade precoce, outros, só mais tarde.