«Não vamos fazer poupanças»

SPORTING 23-09-21 6:46
Por Redação

Em conferência de imprensa de antevisão ao desafio com o Marítimo, o técnico sportinguista Rúben Amorim assegurou foco absoluto no compromisso da Liga apesar de três dias depois estar agendado novo embate da Liga dos Campeões em Dortmund.

«Não vamos fazer poupanças. O jogo mais importante é sempre o jogo seguinte. Portanto, este é o jogo mais importante. Contribui para garantir uma boa classificação no campeonato e com isso garantir outro encaixe, outro apuramento para a Champions League e mais experiência. O mais importante é o clube. O intervalo de três dias dá para recuperar os jogadores fisicamente, a motivação é alta e creio que problemas só, eventualmente, ao terceiro jogo, mas com três dias entre jogos não parece que haja problemas. Mais tarde, lá para a frente, poderá haver necessidade de proceder a mudanças para termos os jogadores mais frescos», declarou o treinador leonino.

Questionado sobre a importância desta fase da época, Rúben Amorim desdramatizou: «Todos os jogos são determinantes. Num clube grande as sensações que ficam são as do último jogo. O nosso último jogo foi uma vitória sobre o Estoril, uma equipa que vinha de uma boa série e que ainda não tinha perdido. Dominámos, jogámos bem, fomos mais fortes e vencemos. Agora, queremos ganhar o próximo e depois pensar no seguinte e voltar a vencer. Temos sempre de ganhar, é isso que temos de fazer num grande clube.»

O técnico do Sporting quer manter a inviolabilidade da baliza: «Mostrámos no Estoril que não sofrendo golos, estamos sempre mais perto de vencer. Por isso, não queremos sofrer golos. É algo que faz parte da nossa identidade.»

Competições mais importantes que outras é algo que não existe na cabeça do treinador, assegura: «Não nos podemos focar nas competições nacionais e ver o que dá na Europa. A grandeza do clube assim o exige.»