Giggs declara-se inocente mas vai a julgamento por violência doméstica

PAÍS DE GALES 23-07-21 4:14
Por Redação

Ryan Giggs foi esta sexta-feira presente a um juiz no tribunal de Manchester, onde o antigo jogador do Manchester United se declarou totalmente inocente perante as acusações de violência doméstica contra a ex-mulher, Kate Greville, entre agosto de 2017 e novembro de 2020, e também contra a cunhada, Emma Greville.

O escândalo rebentou a 1 de novembro último, quando a polícia foi chamada à casa do então selecionador do País de Gales após a denúncia de violência doméstica.

Em tribunal, Giggs foi confrontado com várias acusações, incluindo «controlo coercivo» da vida social de Kate Greville ou ameaças a amigos da ex-mulher. Em tribunal, Giggs foi também acusado de ter «pontapeado violentamente» a ex-mulher nas costas e obrigado-a a sair «totalmente nua» para o corredor do hotel Stafford, em Londres.

O julgamento onde Giggs conhecerá a sentença está marcado para 24 de janeiro.